sexta-feira, 26 de junho de 2009

Vinil: bem cultural

O Ministério da Cultura está tentando, desde julho do ano passado, levantar as necessidades para trazer de volta a fabricação de vinis através da Polysom.

Junto ao MinC, estão o Ministério do Trabalho, a Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares e o Instituto Brasileiro de Administração Municipal.

O MinC quer da Associação Brasileira de Festivais Independentes - ABRAFIN - uma solução para que a fábrica volte a funcionar. Segundo o presidente da ABRAFIN, Fabricio Nobre, "o vinil faz parte da cultura brasileira."

A reportagem classifica o vinil como um bem cultural.

Um comentário:

Cesar disse...

Ninguém do Governo Federal ou do MINC, trabalhou direito nesse projeto.

Prá variar, é tudo muito burocrático e lento, tanto é que a iniciativa privada foi lá e comprou a Polysom, pretendem produzir discos já no segundo semestre de 2009.

Os jornais, revistas e tvs publicaram notícias contraditórias, tenho quase todas arquivadas.

O senador Eduardo Suplicy (acho que é asim que se escreve), que eu sempre admirei (apesar se ser do PT)deu seu apoio verbal e mais nada.
(não terá mais o meu voto)
Eu mesmo fiz contato via internet com o gabinete do senador e me coloquei à disposição para ajudar da única forma que eu podia.

Fazer um enorme abaixo assinado.

Estou esperando uma resposta até hoje (faz um ano).

Já pensaram, passar um dia inteiro nas feiras de discos que sabemos que existem, sebos e lojas angariando assinaturas....;acho que conseguiríamos até por prá fora esses politicos que só trabalham para aumentar o salário deles próprios.

Enfim agora só nos resta fazer esse abaixo assinado para reduzirem o imposto de importação, para os discos fiquem mais baratos.

E torcer ............